Arquivado em Lifestyle Publicado em
Julho 25, 2014

5 coisas sobre minha viagem a Curitiba

Adoro viajar! Não importa se a viagem é longa ou não, pra uma cidade aqui pertinho ou outro país, sair da rotina é bom demais! 

Aproveitei as férias do noivo e uma folga no trabalho e passei o último fim de semana curtindo o friozinho de Curitiba, gostei bastante!

Pra quem interessar, olha aí um resumo misturado com dicas sobre as duas noites que passei na capital paranaense:


Hotel: ficamos no Slaviero Slim Centro, que, como o nome diz, fica bem no centro (dã) de Curitiba: no início da Rua das Flores, uma rua exclusiva para turistas. A localização é excelente, fizemos tudo a pé, o carro ficou o tempo todo no estacionamento. Falando em estacionamento, como o hotel fica em um calçadão, ele não tem estacionamento, mas tem convênio com um que fica a mais ou menos um quarteirão de distância, este serviço é pago a parte. O quarto e o banheiro eram grandes e limpos, mas não havia secador de cabelos e nem informações sobre a cidade (grande parte dos hotéis tem pelo menos um guia), aliás se tem uma coisa que não teve muito ali foi informação: não nos disseram o horário do café da manhã e nem os procedimentos com o carro no estacionamento, tivemos que perguntar tudo. Mas percebemos que esse atendimento mais “frio” é bem comum na cidade. Não fomos mal atendidos, mas também não rolou toda aquela recepção calorosa sabe? Haha


Restaurante: Curitiba é cheia de referências italianas, então decidimos que queríamos jantar algo desse gênero no sábado a noite. Recorremos ao Google e acabamos escolhendo o Spaghetto por ser mais perto do hotel e ter comentários bem positivos! O restaurante foi inaugurado em 1988 e ainda mantém o toque antiguinho (incluindo os garçons haha), com poucos lugares, mesas com toalhas vermelhas próximas uma das outras e um cardápio de massas e carnes delicioso. O couvert é composto de pãezinhos e um patê de alho (acho) maravilhoso, pra mim dispensava até o prato principal, ou melhor, não dispensava não, pois o fetuccine a parisiense que escolhemos estava divino! Os pratos servem bem duas pessoas e os preços são bem justos! Só indico chegar cedo, pois como o lugar é pequeno rola uma fila de espera…


Passeio: pra quem não conhece a cidade, é legal pegar o ônibus da linha turismo, que passa por 25 pontos turísticos. A passagem custa 29 reais e permite 4 desembarques, sem dúvida o jardim botânico é parada obrigatória! Ah, vá de blusa, mesmo que esteja sol, pois o vento na parte de cima do ônibus é surreal!


Compras/lembrancinhas: é de lei ir viajar e trazer alguns souvenirs né?! O lugar perfeito pra isso é a Feira do Largo da Ordem, que acontece aos domingos das 9h ás 14h. Tem artesanato, doces, roupas e até mesmo objetos antigos, como dinheiro para colecionadores! Indico ir antes das 10, pois depois desse horário lota muito, dizem que passam por lá mais de 15 mil pessoas por domingo!


Farmácia: não, não to desejando que você fique doente durante a viagem. Mas então porque raios indicar uma farmácia, Helen? Simples, lá você tropeça toda hora em alguma Panvel, rede de farmácias do sul que tem muuuuuitos produtos de beleza. Inclusive eles tem uma linha própria com produtos muito bons e preços bem amigos. Pra ter uma ideia, comprei um batom, um esmalte e um demaquilante por 25 reais!

Ai ai, já deu vontade de planejar a próxima viagem…
Escrito por /
Post Anterior Próximo Post

Me conta o que achou

Você vai curtir