Arquivado em Lifestyle Publicado em
Agosto 22, 2015

Série: Unbreakable Kimmy Schmidt | BEDA

Esses dias eu tava aqui de bobeira e resolvi começar uma série nova. Mas eu queria algo sem compromisso, algo leve e divertido, sabe? Abri o Netflix e ele me indicou Unbreakable Kimmy Schmidt, série do próprio Netflix que está na primeira temporada.

Como eu já tinha ouvido coisas positivas a respeito da série resolvi dar uma chance e…amei!

De início, a história pode parecer um pouco polêmica, já que faz referência a uma história real: Kimmy e outras garotas passaram 15 anos sendo mantidas em cárcere por um reverendo, que alegava estar protegendo-as do apocalipse (sim, uma história semelhante a essa aconteceu nos Estados Unidos de verdade!), mas o foco da série é a comédia, com pitadas de críticas à sociedade, do jeito que Tina Fey (criadora da série) sabe fazer – e bem!
Logo no primeiro episódio as garotas são resgatadas e Kimmy decide começar sua nova vida em Nova York.


Acontece que Kimmy passou mais de uma década longe da civilização, ou seja, está completamente desinformada quando o assunto é moda, música, tecnologia… Então imagine uma mulher, aos 29 anos encarando Nova York sozinha e com uma boa dose de ingenuidade! O figurino é bastante colorido e as referências dos anos 90 e 2000 estão sempre presentes, você vai se identificar, admita!


No decorrer dos episódios, a moça se torna amiga de Titus, com quem divide o apartamento. Titus é gay, negro e sonha em ser cantor na Broadway. O que não falta aqui são as sátiras contra o racismo e homofobia, mas sempre de um jeito divertido. Alguns membros do ‘politicamente corretos’ levantaram a bandeira de que poderia soar ofensivo, mas Tituss Burgess (intérprete do Titus) fez a seguinte declaração: “Isso é ridículo. Ela mexe conosco e nos faz tirar sarro de nós mesmos. Da mesma forma que ‘South Park’ faz um trabalho brilhante de tirar sarro de todo mundo e ninguém é vítima, isso é exatamente o que a série faz” e eu concordo com ele.


Outra personagem marcante é Jacqueline Voorhees, patroa de Kimmy, uma ricaça que abandonou as origens (e família) ao ir para a cidade.


Unbreakable Kimmy Schmidt é uma série feminista, mas ainda sim realista. Kimmy é poderosa, mas não está livre de cometer erros, é otimista, mas as vezes enfrenta uma vibe negativa, resumindo, ela poderia ser qualquer uma de nós!

A primeira temporada tem 13 episódios, de 20 minutos cada e está toda disponível no Netflix. Dá pra fazer uma maratona e terminar no mesmo dia!

Alguém aí já assistiu a série? Já to ansiosa para a segunda temporada!


Escrito por /
Post Anterior Próximo Post

Me conta o que achou

Você vai curtir