Arquivado em Carreira Publicado em
26 Janeiro, 2018

Empreendedorismo: como transformar uma vontade em ideia

Se você me segue lá no Instagram, viu que um dos meus livros preferidos de 2017 foi o Vai Lá e Faz do Tiago Mattos. Inclusive, ele já apareceu em outros dois posts, pra ver é só clicar aqui. O livro traz muitos conceitos interessantes, entre eles a diferença entre vontade e ideia, que é facilmente confundida por quem está começando no empreendedorismo.

Vontade é quando você se sente desafiado, a fazer algo, mas ainda não sabe o que é. Por exemplo, você quer abrir uma loja, mas ainda não definiu se será de roupas, sapatos ou maquiagem.

Já a ideia é quando a coisa começa a tomar forma e os ‘lampejos criativos’ começam a aparecer. Mas durante esse processo uma dúvida muito comum surge:

Como transformar uma vontade em ideia?

No livro, Tiago apresenta uma ferramenta bastante útil para transformarmos nossas vontades em ideias de fato: a matriz da ideia.

Na prática, são 8 questões que nos colocam para pensar em pontos cruciais do negócio. Tá preparada pra responder cada uma delas?

1. Qual problema você está resolvendo?

Todo negócio deve visar resolver um problema. Se o seu não resolve nenhum, porque as pessoas iriam até você?

2. Quem costuma ter esse problema? Quando?

Defina um público-alvo. Pode parecer que limitar seus possíveis clientes é ruim, mas é um erro achar que todos vão consumir seu produto/serviço.

Quando você fala com todo mundo, não fala com ninguém.
Tiago Mattos.

3. Explique sua ideia em 140 caracteres.

Defina em poucas palavras, não precisa listar todas as vantagens e diferenciais.

4. Como você vai ganhar dinheiro?

Seja objetiva. Como Tiago exemplificou, se você vai abrir uma floricultura, a resposta é: vendendo flores.

5. O que você vai fazer que ninguém nunca fez?

Aqui entra o seu diferencial. O que o seu produto ou serviço tem de especial que nenhum outro, por mais parecida que seja a ideia, tem?

6. Por que você é a pessoa certa para colocar essa ideia em prática?

Quando só você tem as qualidades necessárias para esse negócio, as chances de ser copiada diminuem! Aqui é hora de encontrar uma conexão entre sua personalidade e as cinco respostas anteriores.

7. O que você precisa para começar?

Outra pergunta bem objetiva! Papel, caneta, um galpão industrial?

8. Faz do mundo um lugar melhor?

Lembra do propósito? Se sua ideia não quer melhorar o mundo, por que você quer colocá-la em prática?

Se você conseguiu responder todas as perguntas de maneira sincera, é bem possível que sua ideia seja viável, agora é hora de botar a mão na massa para tirá-la do papel!

  • E você, pensa em investir no empreendedorismo? Me conta aqui nos comentários ou lá no Instagram quais suas principais dúvidas sobre o assunto!

Imagens: Freepik (1, 2, 3 e 4)

Escrito por /
Post Anterior Próximo Post

Me conta o que achou

Você vai curtir