Browsing Category:

Carreira

Arquivado em Carreira Publicado em
Setembro 11, 2017

Se você quer empreender, fique de olho nas irmãs Alcântara!

Se você é mulher e já pensou em empreender, é bem provável que já tenha ouvido falar de Girlboss, livro da Sophia Amoruso, fundadora da Nasty Gal, considerado por muitas uma bíblia do empreendedorismo feminino. Mas e se eu te disser que temos um exemplo (e um fenômeno) tão maravilhoso quanto, aqui, mais pertinho da gente? Ele se chama irmãs Alcântara!

Barbara, Débora e Júlia são 3 irmãs de Curitiba que em 2010 criaram o blog Tudo Orna, onde compartilhavam (e compartilham até hoje) experiências e dicas sobre a cidade onde moram. Com a internet conquistada, foi a vez de ir para os produtos físicos: lançaram a Orna Concept, marca de acessórios incríveis (a bolsa Tarumã é meu sonho de consumo há tempos) e a Orna Makeup, que tem como principal missão valorizar todos os tipos de beleza!

Como se não bastasse, elas também estão à frente do Orna Café, que descrevem como “um café para quem muda o mundo”. Mesmo ainda estando em construção, ele já virou ponto turístico em Curitiba, graças ao #tapumesolido.

Com toda essa bagagem e espírito empreendedor, claro, elas estão lançando mais um projeto: o Efeito Orna, que será um curso online pra quem quer usar a internet para criar e posicionar marcas! Enquanto o curso não é lançado, elas abriram as inscrições para um Workshop gratuito e online que rola nos dias 14, 15 e 16 desse mês (essa semana, pra ser mais precisa haha), onde elas apresentarão a ferramenta Teia do Efeito, que permite medir os pontos fortes e fracos no seu posicionamento digital. Legal né?

Pra quem quer participar do workshop é só se inscrever no site www.efeitoorna.com, simples assim!

Alguém tem alguma dúvida de que as irmãs Alcântara vão dominar o mundo?

  • E você, já conhecia o trabalho das meninas? Me conta o que achou!
Escrito por /
Arquivado em Carreira Publicado em
Agosto 22, 2017

4 Erros da série Girlboss que você não deve cometer

Quando foi anunciada, a série Girlboss, da Netflix, foi bastante aguardada. Não é pra menos, afinal, a história de Sophia Amoruso, fundadora do site Nasty Gal é bem inspiradora!

Porém, o sucesso não foi o esperado e a série foi cancelada logo na primeira temporada. Não é pra menos: apresentou uma protagonista chata (pra não dizer irritante, arrogante e zero carismática).

Apesar da decepção, dá pra tirar 4 lições bem valiosas do que não fazer no trabalho:

1. Achar que pode construir um império sozinha

Você pode até ter uma ideia visionária e acreditar no sucesso dela, mas você vai precisar de ajuda. No início pode ser que sua família ou amigos sejam responsáveis por esse apoio até que você tenha uma equipe contratada. De qualquer forma, é importante respeitar e confiar no trabalho dos outros. Saber delegar é um dos segredos dos grandes líderes. Coisa que a Sophia da série demorou pra perceber, por se achar superior e capaz de tomar conta de tudo.

2. Se achar no direito de desrespeitar as pessoas

Seus fornecedores, clientes, equipe e até mesmo seus concorrentes são importantes. Não importa se o seu negócio está superando as expectativas, nada justifica desrespeitar alguém. Para as pessoas não importa se você fatura 100 reais ou um milhão por ano, gentileza não tem nada a ver com o contracheque.

3. Ignorar a pesquisa de mercado

São seus clientes que definem o que querem. Na história, Sophia tentou emplacar um lote de produtos que ela achou incrível, mas não rolou. É preciso estar atenta às escolhas e necessidades de quem te procura, assim o risco de ficar com algo encalhado e assumir um prejuízo é menor.

4. Achar que seu negócio não é um negócio

Por mais que tenha começado com um hobby, se a intenção é sobreviver com isso, é preciso virar a chavinha e encarar seu projeto como um negócio. E isso inclui toda a burocracia envolvida: planejamento, controle financeiro, e etc. Amar o que faz é ótimo, mas amor sozinho não paga as contas né?!

E você, assistiu a série? Que outras dicas do que fazer (ou não fazer) você identificou?

Escrito por /
Arquivado em Carreira Publicado em
Agosto 14, 2017

Porque é tão importante manter um site ou blog para sua empresa

Pra quem tem o próprio negócio, as redes sociais são ótimas ferramentas de divulgação e até mesmo de venda, pois são gratuitas e alcançam um bom número de pessoas, porém, ainda sim é importante manter um site ou blog para sua empresa e eu vou te contar o porquê!

Imagem via Freepik

Seu domínio é seu RG no Google

O Google é um dos mecanismos de busca mais utilizados, isso você já deve imaginar! Mas o que muitos não sabem é que um domínio personalizado e posts com palavras-chave certeiras tem maior chance de serem visíveis no Google e aparecer nos primeiros resultados do site.

Todas as informações em um só lugar

Acho que é autoexplicativo né? Se alguém precisa de qualquer informação sobre você ou sua marca já sabe onde deve ir. Pois é no seu site que estarão todas as suas informações. Imagine se tivesse que ir no Facebook para encontrar seu endereço, ir até o Instagram para ver seus produtos…

É seu de verdade!

Você já parou pra pensar que suas redes sociais não são suas de verdade? Imagine o seguinte: de repente você acorda e todas as redes sociais deixaram de existir, como ficaria seu negócio? Pode parecer um cenário impossível, mas lembra do que aconteceu com o Orkut há alguns anos e o que está acontecendo com o Snapchat atualmente? Se uma rede deixa de existir, todos os seus conteúdos e anos de trabalho vão pelo ralo! No caso de um site ou blog, você adquire um domínio e um plano de hospedagem, ou seja, esse pedacinho da internet é realmente seu, não importa o que o tio Mark Zuckerberg resolva mudar.

Agora eu tô me dedicando à criação do meu site para os serviços de consultoria de imagem e espero que logo ele esteja no ar! E você? Em qual etapa está a criação do seu site ou blog? Deixa o link aqui nos comentários ou nas minhas redes sociais para que mais gente possa conhecer!

Escrito por /
Arquivado em Carreira Publicado em
Julho 5, 2017

Estilo H: um blog sobre imagem pessoal, carreira e empreendedorismo feminino

Eu já perdi as contas de quantas vezes fiz posts do tipo “voltei” aqui no blog! Acabava sumindo por não conseguir conciliar com meu trabalho oficial e os estudos, mas dessa vez será diferente e eu te explico porque:

Juntei coragem e saí da empresa que trabalhava.

Alguns vão me chamar de louca, mas pra mim, apenas dei um grande passo na direção da minha paixão (que ficou trancada por anos) e dei a oportunidade de me aventurar numa nova profissão: Consultora de Imagem e Estilo Pessoal! Em breve darei mais detalhes por aqui (e se preparem para dicas incríveis, modéstia a parte hahaha)!

Além disso resolvi reajustar os conteúdos do blog: carreira e empreendedorismo feminino também aparecerão bastante, já que sempre estiveram presente nos meus estudos e tem tudo ver com a minha nova fase!

Espero que minhas experiências contribuam com quem tá pensando em fazer uma transição de carreira e que seja possível aprender com meus erros e acertos!

Ah, mas fique tranquila que as dicas de produtinhos do coração também continuam! Inclusive, já viu a #ResenhaRapidex, tag nova que criei lá no Instagram? Me segue pra ficar de olho, to compartilhando dicas no stories também!

É tão bom voltar!

Beijos,

Helen.

Escrito por /
Arquivado em Carreira Publicado em
Maio 10, 2017

O que o técnico da Seleção tem a dizer sobre a sua carreira | Tema do Mês

Imagina assumir o cargo de técnico da Seleção do país do futebol. Agora imagina fazer isso com a torcida (e a equipe) desacreditada, logo após o fiasco da Copa do Mundo de 2014– após o fatídico 7X1 contra a Alemanha– depois da desclassificação da Copa América Centenário e com o time estando fora da zona de classificação para a Copa do mundo de 2018…
Até quem não é grande fã de futebol deve se lembrar da má fase da Seleção Brasileira, né?!

E foi justamente esse desafio que Tite enfrentou! “Mas Helen, porque você tá falando de futebol num blog que nada tem a ver com o tema?”. Simples: Tite utiliza muitas das técnicas de liderança que se encaixam perfeitamente no ambiente coorporativo (e na vida, porque não?!). Então resolvi adaptar 8 delas (de uma matéria da Você S/A de janeiro/17) para que você consiga colocá-las em prática hoje mesmo!

Ah e o melhor: elas não servem só para quem gerencia/lidera uma equipe não! Elas são mega úteis para os profissionais, independente do cargo, olha só:

1. Motivação Intrínseca

O que te faz levantar da cama de manhã? E não me venha com aquele papo de “são os boletos acumulados”. Estamos falando de um objetivo de vida, de um sonho. Sabe aqueles dias que você está desmotivado, com vontade de chutar o balde? Lembre-se que você está fazendo isso para juntar aquela grana para o intercâmbio, por exemplo.

2. Laços de Confiança

Estabeleça laços de confiança com seus colegas e chefia. Ao expor uma ideia, apresente argumentos concretos do porque essa é a melhor solução. E mostre (sem arrogância, claro) aos demais profissionais que eles podem confiar no seu trabalho, pois você tem o comprometimento e as habilidades necessárias para desempenhar determinada atividade. Também dê essa abertura aos seus colegas, afinal, vocês estão jogando pelo mesmo time: a empresa!

3. Transparência Total

Para que a confiança que falei aí em cima, seja conquistada é preciso que haja sinceridade, pois sem isso a equipe de trabalho pode ficar disfuncional. É preciso saber elogiar e criticar, quando necessário.

4. Leitura do ambiente

Sabe quando rola aquela reunião tensa no escritório que acaba com o clima do pessoal pelo resto do dia? Por mais difícil que seja, tente não se deixar abater. Se seus colegas já estão emocionalmente abalados, eles não precisam de mais uma pessoa reclamando ou choramingando. Do mesmo jeito que o pessimismo contamina, o otimismo também pode contaminar!

5. Lealdade e Meritocracia

Um novo profissional foi contratado e você está com medo de perder o cargo? Pare já com isso! Se você está onde está por mérito, não tem porque se preocupar! O novo funcionário não é seu inimigo, pelo contrário: já parou para pensar que ele pode ser um novo reforço para a equipe? Então é melhor treiná-lo para que ele seja um dos melhores! E tem mais: se ninguém é capaz de te substituir à altura, como você poderá subir de cargo ou ir em busca de novos desafios?

6. Aperfeiçoamento Pessoal

Estude sempre! Leia sobre sua área de atuação e assuntos diversos, faça cursos complementares e de atualização. Nenhum conhecimento é perdido! As coisas mudam rápido e é preciso estar antenado a essas mudanças para continuar no jogo – ou no mercado de trabalho.

7. Aprender com as frustrações

Por mais força de vontade que você tenha, você não é a salvadora da pátria! Confesso que esse é um dos tópicos que tenho maior dificuldade. Mas é preciso entender – e aceitar – que estamos sujeitos a falhas e elas fazer parte, não tem jeito. E por mais clichê que a frase seja, é a mais pura verdade: sempre tem o que aprender com os erros.

8. Lidar bem com a pressão

Não importa com o que você trabalhe, a cobrança por bons resultados sempre vai existir! Quando a cobrança é maior, o combo formado pela inteligência emocional, pela racionalidade e pelo gosto por adrenalina se torna um perfeito aliado. Além disso, para Tite, o segredo do sucesso e encontrar equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal. Ah, e claro, fazer o que ama.


Mais: Como se (re)apaixonar pelo trabalho

• E agora, você já está pronta para ter uma carreira de sucesso? Se tiver mais alguma dica, me conta aí nos comentários, please!

Escrito por /