Browsing Tag:

Comportamento

Arquivado em Lifestyle Publicado em
Outubro 14, 2015

Livro: Classy

Eu podia jurar que já tinha feito post pra esse livro, até que dei uma busca e descobri que eu só tinha comentado sobre ele (aqui e aqui). Sacanagem!
Classy foi escrito por Derek Blasberg, ex editor da Harper’s Bazzar (recentemente ele entrou pro time da Vanity Fair) e amigo de várias celebridades, incluindo Emma Watson e as Gêmeas Olsen!
O livro não é novo: a versão brasileira foi lançada em 2013 (inclusive, Derek já lançou a segunda versão, chamada Very Classy, ainda disponível só em inglês), mas continua tão atual e engraçado que vale a pena ler.
Na definição do autor, são “conselhos de elegância para a mulher moderna – Seja uma dama, não uma biscate”, ou seja, é um manual de etiqueta, mas sem todas aquelas teorias chatas e até mesmo caretas. 
O que não falta nesse livro é bom humor! Os temas são tradados de maneira leve e as fotos tornam tudo ainda mais divertido!
Ao todo são 8 capítulos – , que vão desde a maneira de se vestir até conhecimento (sim, uma dama está sempre em busca de conhecimento), passando por festas, viagens ao exterior e até mesmo a procura de um amor!
Ah, e ainda tem os testes, que me lembraram de como eu adorava fazer os testes da Capricho e da Atrevida durante minha adolescência haha.
Pra quem interessou, tem pra vender aqui.
Alguém já leu Classy? O que achou?
Escrito por /
Arquivado em Lifestyle Publicado em
Agosto 31, 2015

Chega de Phubbing | BEDA

Phubbing, num primeiro momento, pode parecer uma palavra estranha pra você, mas aposto que o que ela representa você conhece muito bem! É bem provável que isso esteja bem presente na sua rotina, sendo praticado pelos amigos ou até mesmo por você, quer ver?

Imagine a cena: você está com a galera (palavra de vó) no bar, e tem um amigo na mesma mesa que não interage, fica apenas concentrado no celular. Bingo! Isso é Phubbing.


A palavra phubbing foi criada pela Macquarie Dictionary a partir das palavras snubbing (esnobar) e phone (telefone) e significa, ao pé da letra, ignorar o amiguinho e não soltar do celular.

É inevitável, a tecnologia está mega presente no nosso dia a dia e traz muitos benefícios e facilidades pra gente, mas o problema é que tudo em excesso faz mal. Cada vez mais as pessoas sentem a necessidade de postar tudo em tempo real e acabam não prestando atenção nos momentos especiais que estão perdendo. Hoje, mais vale a foto pro Instagram do que o tempo de qualidade com a família e os amigos.


Ta, eu sei que pode parecer estranho uma pessoa que tem como hobby um blog na internet (eu!) dizer tudo isso, mas cada dia mais fico assustada com tamanha falta de respeito e consideração pelas pessoas.

Já que se propôs a sair, preste atenção no outro, caso contrário, fique em casa e aproveite a solidão! Acho uó ter que repetir a fofoca novidade 387 vezes só porque o infeliz estava ocupado demais respondendo um kkk para aquele vídeo tosco e sem graça que enviaram em todos os 893 grupos do whatsapp. 


Veja bem, eu não to dizendo para voltarmos ao tempo das cavernas e abandonar o celular. O que eu to querendo propor é que você se auto desafie a desligar o celular por algumas horas e curtir a companhia de alguém de carne e osso, que tal, vamos tentar?!

Escrito por /
Arquivado em Lifestyle Publicado em
Agosto 22, 2015

Citações inspiradoras de personagens da nossa infância | BEDA

Especialmente quando o assunto é filme, eu sou uma eterna criança: amo as animações, pois elas sempre têm uma mensagem final, uma lição pra gente adotar pra vida.

Quando a gente é criança essas frases não causam tanto impacto, mas quando a gente cresce, percebe que elas fazem muito sentido!

Pensando nisso, a empresa de parquinhos AAA State of Play fez um infográfico reunindo 50 frases marcantes de personagens e o site Awebic fez a tradução de todas elas. Separei as minhas favoritas, olha só: 


Pra quem quiser ver todas as frases originais (em inglês) é só clicar aqui, já as traduções, estão aqui.

Dá vontade de transformar tudo em quadrinhos e pendurar pela casa. Motivação nunca é demais!


Escrito por /
Arquivado em Lifestyle Publicado em
Janeiro 13, 2015

Você é uma boa amiga?

O título é de teste da Capricho, mas foi sem intenção, então relevem haha.
Lembram que contei aqui que estava lendo o livro Classy? Ele é bem engraçado, tem algumas dicas úteis, mas todas com aquela linguagem mais escrachada sabem?
Em um dos capítulos, o autor ‘ensina’ como fazer amigos e apresenta uma tabela definindo a boa amiga e a amiga da onça, achei engraçadinha e resolvi compartilhar, dá uma olhada e depois me conta com quais dessas você mais se identificou!

Aposto que você tem os dois tipos de “amigas” né?
Escrito por /
Arquivado em Lifestyle Publicado em
Novembro 3, 2014

Sobre Aprender Coisas Novas

Eu tenho uma leve (ta, muita, confesso!) preguiça de estudar, deixo sempre pra última hora, principalmente se o tema não é lá muito relacionado com os temas que gosto e sempre me arrependo por isso, pois no fim acabo gostando da tal coisa e me perguntando o porque não fiz isso antes. 
Acho que toda informação é válida, não importa se vai usá-la todos os dias ou nunca (Bhaskara, eu até gostava de você, mas nunca te usei na vida real).
Semana passada, por exemplo, passei por um treinamento onde aprendi sobre mecânica, elétrica e metrologia, jamais imaginei passar por isso. Foram conceitos básicos, claro, mas que já me trouxeram alguns bônus, além de aprender a usar o paquímetro: conheci novas pessoas e descobri que acertei em NÃO escolher engenharia na faculdade hehe. Brincadeiras a parte, aprendi muita coisa, inclusive que um veículo não é feito simplesmente de volante e rodas e isso me garantiu longas conversas com meu pai.
Enfim, estes parágrafos confusos e aparentemente sem nexo são só para sugerir o seguinte desafio: permita-se aprender algo novo!
Vamos tentar?
Fotos do livro How to be interesting.
Escrito por /